Será?

Será que vou me adaptar? Será que vou aprender a língua? Será que vai dar tudo certo? Será que vou levar as coisas certas?

Todos esses questionamentos, aliados a um desespero maternal, plenamente compreensível, me assombraram esses dias, faltando duas semanas para a viagem…

A ficha começa a cair mais depressa ainda com as despedidas e os preparativos finais. Mesmo com a certeza do perrengue e do aprendizado o frio na barriga ainda sopra forte…

Mas sei lá, vai dar tudo certo. Se não der, deu do mesmo jeito. Agora não tem volta, e vou com a mala cheia de perguntas, dúvidas, incertezas e medos. Mas a certeza de que vou aprender e crescer vai me consolar. Ou não.

Advertisements

Todos “Quandos…”

De repente, não mais que de repente, todos os “quandos…” tornam-se passagens, reservas, dias e horários muito bem definidos.

O e-mail de confirmação fez, finalmente, a ficha cair…

E aí, então começam os preparativos (passar de período foi o primeiro deles, hehe) e todas aquelas coisas de quem vai passar um ano e meio fora. 🙂

Em exatos um mês estarei dentro de uma cultura completamente diferente e longe de tudo aquilo que entendia como habitual e cotidiano. 🙂

Bis Bald =D